fbpx

Como inovar na saúde?

Leia o nosso artigo e veja os 7 passos necessários para tirar as ideias do papel e inovar na saúde!

Inovar na saúde é algo importante para os médicos que pensam em empreender ou adotar diferentes técnicas e abordagens no seu dia a dia. A partir de um lançamento inovador, por exemplo, o profissional pode até mesmo conquistar a sua independência financeira.

Atualmente, algo que vem sendo muito discutido na área da saúde é a aplicação da tecnologia. Por meio de novos recursos, como os smartwatches e aplicativos health, fica mais fácil dos médicos acompanharem a evolução dos quadros do paciente, por exemplo.

Outro ponto que vem sendo muito evidenciado, principalmente após o início da pandemia da Covid-19, é a telemedicina. Os atendimentos de saúde agora podem ser feitos a distância em alguns casos. Isso tudo é fruto da inovação.

Quer inovar na saúde? Veja os 7 passos necessários

Em 2014, durante um evento da classe médica conhecido como Meditc MD&M, realizado em São Paulo, foi realizado um debate sobre a inovação na saúde.

Na ocasião, Paulo Ferreira, gerente de pesquisa de uma empresa do segmento health tech, listou os 7 passos necessários para quem deseja inovar em saúde. Eles foram apresentados em uma entrevista cedida pelo profissional ao portal Saúde Business.

A seguir, apresentaremos quais são esses passos, para que você também saiba como tirar do papel as suas ideias para inovar na saúde.

1. Tenha uma ideia inovadora

O primeiro passo para inovar na saúde, obviamente, é ter uma ideia inovadora. Para isso, deve-se pensar em novas soluções para problemas.

De preferência, as novas ideias de produtos ou serviços não podem ter algo similar já disponível no mercado.

2. Pesquise

Toda inovação exige pesquisa! Antes de lançar um novo produto health tech, por exemplo, é preciso compreender bem o público a que ele se destina.

A pesquisa é necessária para fazer adequações e conquistar resultados positivos com a venda.

3. Busque recursos

Para inovar em saúde é preciso ter verba. Aqui podem ser usados recursos próprios ou de terceiros.

Se você pretende criar uma startup na área da saúde, por exemplo, pode conseguir investimentos de terceiros no negócio.

4. Desenvolvimento

Com o dinheiro em mãos, a sua ideia de produto ou serviço precisa começar a ser desenvolvida, para que em seguida seja oferecida ao público-alvo.

5. Validação

Nessa etapa do processo de inovação é preciso realizar testes mecânicos, biológicos e clínicos. O objetivo é verificar se tudo ocorre como o planejado e fazer os devidos ajustes, se necessário.

6. Registro do produto ou serviço

Depois de testado, o novo produto ou serviço precisa ser registrado nas agências sanitárias pertinentes. Se for o caso, também faça o registro de patente da nova invenção.

7. Comercialização

Com tudo registrado, o novo produto ou serviço pode começar a ser comercializado. Aqui é importante investir em marketing para atrair novos compradores.

Seguindo esses passos fica mais prático fazer um planejamento e inovar na saúde. Esperamos que este conteúdo ajude você a tirar os seus insights do papel.

Continue em nosso blog e veja outros conteúdos interessantes para os médicos e demais profissionais da área da saúde.

Menu